quarta-feira, 30 de maio de 2012

Bento XVI condena o massacre de mais de 100 mulheres e crianças na Síria


O diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, Padre Federico Lombardi expressou neste 29 de maio o repúdio e o pesar do Papa Bento XVI pelo massacre de Hula, ao norte de Homs (Síria), onde, na semana passada, mais de cem pessoas, a maioria mulheres e crianças menores de 10 anos, foram brutalmente assassinados por soldados e milicianos ligados ao regime de Bashar Al Asad.

Enquanto o governo culpa terroristas armados pelo ocorrido em Hula, os sobreviventes apontam o exército e a tropa favorável ao governo conhecida como shabiha como os autores do massacre.

Os assassinos usaram tanques e artilharia pesada contra os habitantes e também entraram casa por casa para balear e degolar as vítimas.

As imagens da barbárie deram a volta ao mundo e motivaram o rechaço da ONU e da comunidade internacional. Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Espanha, Canadá, Austrália e Itália expulsaram os diplomatas sírios de seus países.

Em um comunicado de imprensa, o Padre Lombardi indicou que este massacre "geram grande dor e profunda preocupação tanto para o Santo Padre como para toda a comunidade católica".

"Ao renovar seu chamado ao afastamento de toda forma de violência –continua o texto-, a Santa Sé exorta as partes interessadas e toda a comunidade internacional a não poupar esforços para resolver a crise através do diálogo e da reconciliação".

"Também os líderes e os fiéis das diversas religiões, com a oração e a colaboração eventual, estão chamados a promover com grande compromisso a desejada paz, para o bem de toda a população", conclui o comunicado.

O conflito na Síria deixou mais de dez mil mortos desde janeiro de 2011 quando teve início.

A luta armada entre opositores e militantes de Bashar Al Asad–que governa a Síria desde 2000, sucedendo o seu pai que governou o país por 30 anos- foi influenciada pelos protestos de Tunísia, Egito e Líbia, onde a população conseguiu derrubar ditaduras instalada décadas atrás.

A situação dos cristãos em Homs

"Tememos um cenário como o do Iraque, onde numerosos cristãos são ameaçados ou inclusive assassinados, obrigados a fugir ou nem se atrevem a sair às ruas", declarou o Arcebispo de Homs e Hama, Dom Silvanus Petros Alnemeh em recentes declarações à fundação pontfícia Ajuda à Igreja que Sofre, antes do massacre. Segundo os dados fornecidos pelo prelado, só no território de Homs 50.000 cristãos já abandonaram a cidade; muitos se alojam nos arredores ou em casas de parentes. Segundo partilhou o Bispo, ele mesmo já não reside em Homs devido ao conflito.

"A Igreja é símbolo de justiça e paz... e não de corrupção pelo Governo nem de violência em nome de Alá", afirmou por sua parte o Arcebispo de Jezira e Euphrates, Dom Eustathius Matta Roham. Segundo ele "só os diálogos podem trazer a paz e, assim, possibilitar que os refugiados retornem".

"O que aconteceu em Homs pode ocorrer também em outras cidades", continuou o Arcebispo Dom Eustathius que destacou a complexa e tensa situação entre os grupos rebeldes e as forças do governo.
Os dois Bispos pediram oração e apoio para os habitantes da Síria, em especial os cristãos. Segundo os prelados, a situação é ainda pior do que se pode imaginar.

Um comentário:

  1. Bom dia

    Um salmo, sem motivo especifico por ter deixado no seu blogger, mas especifico para que leia as Escrituras de Deus, pois ela sempre fala ao nosso ser.


    SALMO 12
    1 SALVA-NOS, SENHOR, porque faltam os homens bons; porque são poucos os fiéis entre os filhos dos homens.
    2 Cada um fala com falsidade ao seu próximo; falam com lábios lisonjeiros e coração dobrado.
    3 O SENHOR cortará todos os lábios lisonjeiros e a língua que fala soberbamente.
    4 Pois dizem: Com a nossa língua prevaleceremos; são nossos os lábios; quem é SENHOR sobre nós?
    5 Pela opressão dos pobres, pelo gemido dos necessitados me levantarei agora, diz o SENHOR; porei a salvo aquele para quem eles assopram.
    6 As palavras do SENHOR são palavras puras, como prata refinada em fornalha de barro, purificada sete vezes.
    7 Tu os guardarás, SENHOR; desta geração os livrarás para sempre.
    8 Os ímpios andam por toda parte, quando os mais vis dos filhos dos homens são exaltados.


    Abraços
    Jesus Cristo te Ama!
    Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida

    ResponderExcluir